Baiana cuida de três netas após perder filha para Covid-19: 'Não vou me afastar delas nunca'

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 16/05/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Meus olhos não derramam mais lágrima alguma, mas meu coração chora, dói e se parte a toda noite em que eu percebo que mais um dia se foi com uma intensidade de dor mais forte.

Por isso, pensar que é muito difícil viver a vida é uma ideia tão familiar. ... Ela, normalmente, é o resultado de nossas frustrações diante de experiências que não nos enxergamos capacitados ou seguros de enfrentá-las.

Um relato emocionante tem sido destaque ainda neste sábado (15). Isso, porque uma avó passou a cuidar de três netas após perder a filha para a Covid-19.

A baiana Lucinalva dos Santos cuida de três netas após perder a filhar por complicações da Covid-19 depois do parto da terceira filha. “Não vou me afastar delas nunca”, disse Lucinalva dos Santos.

Segundo Lucinalva, a filha dela estava tossindo muito e já havia informado a situação à médica. A médica, no entanto, informou que ela teria alta, mas se fosse necessário retornaria ao hospital.

“Voltou na quarta-feira, na quinta, na sexta, no sábado e foi internada. No domingo, entubaram ela. Aí infelizmente a gente já não teve mais contato. Já não pude mais falar com minha filha e ela entrou em coma irreversível”, relatou Lucinalva emocionada.

A filha de Lucinalva morava em São Paulo com o marido e as duas filhas. De acordo com a mãe dela, ela estava feliz com a chegada da terceira filha. Após a m0rte dela, o pai das crianças não tinha como trabalhar e cuidar delas três.

Com isso, a avó materna ficou com as meninas. Lucinalva relatou que precisou sair do trabalho que conseguiu há cerca de um ano para cuidar das netas.

“Espero que uma porta de emprego se abra para meu marido para que ele possa manter a casa e eu tomar conta das crianças”, comentou.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar