Sérgio Reis está deprimido com repercussão de áudio vazado: ‘Mal interpretado’

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 17/08/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Sérgio Reis, nome artístico de Sergio Bavini (São Paulo, 23 de junho de 1940) é um cantor, compositor sertanejo, ator, apresentador televisivo e político brasileiro filiado ao Republicanos.

Paulistano nascido no tradicional bairro de Santana, fez parte da Jovem Guarda na década de 1960, criando em 1967 a música "Coração de Papel". Gravou seu primeiro disco de música sertaneja com a música "Menino da Gaita", em 1972.

O cantor Sérgio Reis está deprimido e passando mal com uma crise de diabetes depois da repercussão de um áudio polêmico, segundo a coluna “Mônica Bergamo”. do jornal “Folha de S. Paulo”. 

Na conversa, ele afirmou que caminhoneiros, financiados por produtores de soja, parariam o país em setembro até que o Senado afastasse os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de seus cargos.

“Se em 30 dias não tirarem os caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa tá séria”, disse na conversa com um amigo que vazou. 

No áudio, o artista falou ainda uma reunião que teve com o próprio presidente Jair Bolsonaro e com militares “do Exército, da Marinha e da Aeronáutica” em que informou o que faria.

“Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Ele quer apenas ajudar a população. Está magoado demais”, disse a mulher de Reis, Angela Bavini, à publicação.

“O Sérgio foi induzido por pessoas que dizem estar em um movimento tranquilo. No fim, todo mundo vaza [desaparece], e sobra para ele, que é uma celebridade”, emendou ela. “Ele é querido e amado pelo Brasil inteiro”, afirmou.

A péssima repercussão do áudio estaria fazendo com que ele “caísse na real” sobre o resultado de participar diretamente de movimentos como o do 7 de setembro. 

“Ele falou no impulso, mas estava conversando com um amigo”, afirma Angela, que disse que o artista se recolheu para descansar e, por orientação médica, não dará mais entrevistas nem falará com amigos, para evitar maiores aborrecimentos.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar