Um AVC provocado por um Aneurisma levou Tom Veiga a morte; Saiba como reconhecer e evitar essa doença

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 08/01/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

O Brasil está de luto com a perda de Tom Veiga, interprete do papagaio mais amado da TV brasileira, o Louro José.

Tom faleceu após sofrer um ataque de AVC- Acidente Vascular Cerebral, de acordo com o atestado de óbito emitido pelos médicos legistas do IML.

O apresentador André Marques, foi a primeira pessoa a chegar no apartamento do amigo e encontrá-lo sem vida, após ele não comparecer a um compromisso agendado com amigos.

De acordo com os exames periciais, o braço direito da apresentadora Ana Maria Braga, teve um vaso rompido no cérebro por conta de uma aneurisma, que é conhecida entre os médicos como uma bomba no cérebro, por conta de sua letalidade.

O cérebro controla tudo o que o corpo faz – não só os movimentos, mas também a forma de uma pessoa pensar, se comunicar, sentir.

Um AVC (acidente vascular cerebral) acontece justamente quando o fornecimento de sangue para uma parte do cérebro é impedido, fazendo com que as células cerebrais fiquem danificadas e impossibilitadas de cumprir suas funções.

Um exemplo simples:

se um AVC danificar a parte do cérebro que controla o movimento dos membros, a pessoa ficará com essa função afetada. Mas ele pode ainda, em outro caso, afetar a fala etc.

Existem dois tipos de AVC:   o acidente vascular cerebral isquêmico e o acidente vascular cerebral hemorrágico.

O isquêmico acontece quando um coágulo bloqueia a artéria que leva o sangue para o cérebro. O hemorrágico ocorre quando há ruptura de uma artéria intracraniana.

Um AVC costuma ser uma experiência muito ruim, tanto para o paciente como para a família ou pessoas que convivem com ele.

Algumas pessoas, infelizmente, estão mais propensas a sofrer AVC devido a fatores que não podem ser alterados:

1. Idade: as pessoas mais velhas estão mais vulneráveis ao AVC;

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar