Caso Henry: ‘Para tentar mostrar a verdade’, Monique, que está presa há quase dois meses, faz pedido para a justiça

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 25/05/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Ser mãe é admirar o brilho nos olhos dos filhos como o mais precioso dos diamantes. Quando penso que não posso mais, basta olhar para você e encontro razões para seguir em frente, meu filho.

A nossa primeira obrigação como mãe é fazer com que nossos filhos sejam realmente felizes nos primeiros anos de vida. Espero ter feito um bom trabalho, meu filho amado!

Monique Medeiros é a mãe do menino Henry Borel que foi m0rt0 aos 4 anos de idade. E a defesa da professora continua realizando pedidos para a justiça.

Após terem o pedido negado para um novo depoimento, agora eles desejam que o apartamento que a professora morava com o médico seja desinterditado.

O apartamento que Monique morava fica no Condomínio Majestic, no Cidade Jardim, na Barra da Tijuca, região nobre do Rio de Janeiro.

Os advogados alegam que o prazo de trinta dias para a perícia criminal já foi concluído e que no local supostamente existiriam provas essenciais para o caso. Eles querem ter acesso a estas supostas provas para juntar na defesa de Monique.

Desde que a professora foi presa, ela mudou sua versão sobre o crime e passou a afirmar que foi manipulada o tempo inteiro por Jairinho.

Mas, apesar de sua mudança repentina, as autoridades afirmaram que a todo o momento ela poderia ter confessado a manipulação, mas apenas o fez quando foi presa.

O caso Henry gerou uma grande repercussão em nosso país, por tamanha maldade que foi cometida contra uma criança.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar