Coberto pelo luto, Fábio de Melo lamenta m0rtes: ‘padre querido que Deus te conforte’

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 22/06/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Fábio José de Melo Silva, mais conhecido como Padre Fábio de Melo (Formiga, 3 de abril de 1971), é um sacerdote católico, artista, escritor, professor universitário e apresentador. 

Pertenceu à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. Atua na Diocese de Taubaté, no interior do Estado de São Paulo. 

O padre Fábio de Melo usou as redes sociais para lamentar as m0rtes. No sábado (19), o padre postou uma mensagem no Twitter e recebeu o carinho dos seguidores.

“500 mil é o número de m0rt0s. Mas as ausências são incalculáveis” era a mensagem na imagem postada pelo padre. O Brasil é o segundo país que mais registra m0rtes provocadas pela doença causada pelo coronavírus.

Muitos seguidores se manifestaram no post de Fábio de Melo, que perdeu a mãe, Ana Maria de Melo Silva, para a Covid, em março.

Ela tinha 83 anos e ficou entubada em unidade de terapia intensiva de hospital de Minas Gerais. A m0rte abalou o padre.

“Padre querido, que Deus sempre te conforte, porque imagino que essa dor demore a cicatrizar. Que meu carinho chegue até o seu coração e quem sabe doa menos. É o que desejo para você, muita paz e alegria”, comentou uma seguidora.

“A culpa se deve a insensatez, despreparo, desinformação de quem está no poder. Podemos culpar também o egoísmo alheio daqueles que insistem em negar o óbvio”, escreveu outra internauta, dando um tom mais político às m0rtes causadas pelo coronavírus.

“A dor de perder alguém é imensurável, estou vivendo isso, meu esposo se foi e quantos mais têm que ir para tomar consciência que temos que nos proteger. Ele pegou Covid por duas vezes em 40 dias. No exame que ele fez a primeira vez deu que tinha imunidade, mas acabou rápido”, lamentou outra internauta.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário