Filha adotiva de Agnaldo Timóteo sofre nova perda; morte pode causar reviravolta na herança?

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 02/07/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Agnaldo Timóteo Pereira (Caratinga, 16 de outubro de 1936 — Rio de Janeiro, 3 de abril de 2021) foi um cantor, compositor, escritor e político brasileiro.

Passou toda a sua infância em sua terra natal, Caratinga. Desde pequeno se interessou por música e se apresentava nos circos que passavam pela cidade. Foi lá onde ele conheceu o cartunista Ziraldo, seu conterrâneo.

Filha adotiva de Agnaldo Timóteo, Keyty Evelyn tem 14 anos e está no centro da disputa pela herança do cantor que morreu em março, aos 84 anos, vítima da Covid-19.

A adolescente foi colocada por Timóteo como herdeira de 50% dos bens do artista, mas ela não era oficialmente filha adotiva dele.

De acordo com informações de Fabíola Reipert, do Balanço Geral, da Record TV, os trâmites de adoção e de herança devem ser finalizados neste mês de julho, cerca de quatro meses depois da morte de Timóteo.

A herança causou certa disputa na família, com o advogado do cantor de um lado e a irmã de Timóteo de outro. Em meio a polêmica, Keyty sofreu uma nova perda.

A avó materna, Dona Miriam, que tinha a guarda da menina e que a levou para Agnaldo Timóteo quando o cantor era vereador na cidade de São Paulo, faleceu em decorrência de doenças pulmonares e parada cardiorrespiratória.

Luciana, mãe de Keyty, perdeu a guarda por não ter condições psicológicas.

O que a morte muda na disputa pela herança?

Agnaldo Timóteo deixou testamento em que destinava 50% dos bens para Keyty. Por lei, uma pessoa pode deixar 50% dos bens para quem quiser.

A outra metade tem que ser destinada a quem tem parentesco sanguíneo – Agnaldo deixou essa porcentagem a filhos adotivos e irmãos.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar