Trans que representou Jesus durante parada LGBT perde ação contra Sikêra e terá que pagar valor alto ao apresentador

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 01/05/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

A modelo Viviany Beleboni, que ficou conhecida por representar Jesus durante a Parada do Orgulho LGBT em 2015, foi condenada pela Justiça de São Paulo a arcar com os custos de uma das ações que move contra o apresentador Sikêra Júnior, da RedeTV!, além de pagar despesas advocatícias do comunicador, de 15% do valor da ação, fixada em R$ 104,5 mil (R$ 15,6 mil).

Um vídeo de mais de oito minutos de duração exibido no Alerta Nacional em abril do ano passado, mas teve o pedido negado pela Justiça.

Viviany Beleboni ficou conhecida por ter causado uma verdadeira revolta em evangélicos e católicos após representação de Jesus durante a Parada do Orgulho LGBT no ano de 2015.

O vídeo não foi bem aceito por Viviany, que não gostou nada de ter aparecido em as pessoas citadas na gravação em questão.

Devido a isso, ela resolveu entrar na Justiça contra o apresentador da RedeTV. Beleboni ficou abalada moralmente com a situação, após aparecer no programa de Sikêra.

Uma das ações que foram movidas por ela na Justiça contra o apresentador de televisão havia sido julgada em segunda instância.

No entanto, Viviany acabou perdendo a ação. Agora, com a decisão tomada, ela terá que pagar 15% de multa em cima do valor da causa que foi movida.

O valor em questão da causa de R$104.500,00. Desta forma, Viviany terá que pagar cerca de R$15,6 mil após ter sido condenada pela ação em questão.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar