Esposa de Domingos Montagner expõe realidade após quase 5 anos da grande perda e Camila Pitanga assume: ‘Lido com isso até hoje’

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 02/04/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Depois de 5 anos da m0rte de Domingos Montagner, esposa expõe realidade e Camila Pitanga concorda “Lido com isso até hoje”. A atriz afirmou que ainda guarda muita dor ao lembrar do dia do acidente.

Em entrevista à Marie Claire, alguns anos depois do ocorrido, Camila Pitanga abriu o coração sobre o que sentiu e deu detalhes daquele dia devastador.

“Lido com essa dor até hoje, mas o tempo é guardião, no sentido de você amadurecer e respeitar essa dimensão do mistério que é a vida”, começou.

“Quando nadamos em direção ao grande leito do rio, percebi, numas pedras, uma marolinha. Mas minha preocupação era com as pedras e falei: ‘Domingos, acho melhor voltar’, porque fiquei com medo de a gente se machucar”, explicou.

“No que a gente tentou voltar, a gente nadava, mas não conseguia sair do lugar. Tive um momento de med0, mas disse: ‘Calma, Camila’, porque eu tinha uma noção de que tinha uma lateral toda de pedra”, disse.

Ao invés de tentar lutar contra a correnteza, nadei para o lado, em direção às pedras, e falei: ‘Vem pra cá, é tranquilo’. Mas o Domingos me olhava e não falava nada. Fui até ele, o puxei, porque eu estava despreocupada, e disse: ‘Tô te falando. É só vir pra cá’”, afirmou.

“E voltei à pedra. Duas vezes tentei buscá-lo, mostrando que não tinha perigo, mas ele dizia que não conseguia. Na verdade, ele falou muito pouco. Na última vez que eu voltei à pedra, Domingos olhou muito grave, com um misto de… E ali eu entendi o perigo”, contou.

“Ele submergiu uma vez. Voltou. Não foi uma coisa desesperada. Ele fez um gesto assim de como quem diz: ‘não vai dar’, e não falou mais. Submergiu… E eu não o vi mais. Alguma coisa me dizia que eu não podia mais ir ali”, lamentou a atriz.

“Tudo isso parece uma eternidade, mas foram segundos. Lembro de me bater, querendo me acordar. Comecei a chamar as pessoas no meu campo de visão. Tinha dois jovens, para quem eu gritei, que vieram num barquinho, e começamos a busca”, disse Camila Pitanga.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar