Vídeo: Brinquedo trava no ar em parque de diversões em São Pauloe deixa pessoas de cabeça para baixo: "18m de altura e pane durou quase 10 minutos"

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 27/01/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Uma falha em um brinquedo de parque de diversões na Praia Grande, litoral de São Paulo, fez com que diversas pessoas ficassem presas de cabeça para baixo por quase 10 minutos.

Segundo oYupie! Park,  responsável pelo brinquedo, uma oscilação de energia foi a causa do problema.

Susto aconteceu por falta de energia em um parque de diversões em São Paulo. Pane durou quase 10 minutos

Nesta última segunda-feira (25), várias pessoas foram a um parque instalado em Praia Grande, que fica no litoral de São Paulo e a intenção de todos era se divertirem um pouco, pois todo mundo anda estressado por causa dessa pandemia.

Mas o que era para ser um momento de lazer acabou se transformando em pânico.

É que um dos brinquedos do parque travou justamente quando as pessoas estavam no alto e de cabeça para baixo.

O Kamikaze é um brinquedo famoso, está presente em quase todos os parques e os usuários chegam a ficar de cabeça para baixo porque há um giro de 360 graus.

Mas neste parque em Praia Grande, o brinquedo parou por cerca de 10 minutos e justamente quando um grupo de pessoas estava na parte mais alta, de cabeça para baixo.

De acordo com algumas testemunhas que estavam no parque e presenciaram o desespero dos usuários, todos começaram a gritar, pediam para tirá-las de lá e estavam com medo.

Uma pessoa disse ao portal G1 que nunca viu uma cena tão terrível como essa porque todos que estavam no parque não sabiam o que estava acontecendo e tinham medo que o pior acontecesse.

Os pais gritavam para os filhos presos no brinquedo para procurarem ficar calmos, não se mexerem e segurarem forte até chegar ajuda.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar