Padre Fábio de Melo postou em suas redes sociais na noite desta sexta (15) um relato de partir o coração: "Foi o pior momento da minha vida"

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 16/01/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Olá pessoal. Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Fábio José de Melo Silva, mais conhecido como Padre Fábio de Melo (Formiga, 3 de abril de 1971), é um sacerdote católico, artista, escritor, professor universitário e apresentador. 

Padre Fábio de Melo postou em suas redes sociais na noite desta sexta (15) um relato de partir o coração.

Depois de presenciar a questão de falta de oxigênio nos hospitais da capital do Amazonas, o padre recordou um instante difícil que viveu com a mãe, Ana Maria, que também já passou com asfixia.

Padre Fábio de Melo contou tudo. “Um dia presenciei minha mãe sendo asfixiada pelo líquido que tinha no pulmão. De minha casa até o hospital foram 35 minutos. É uma das piores recordações que tenho.

A asfixia de quem a gente ama nos asfixia também.”, disparou. O rapagão continuou seu texto recordando a importância de redobrar os cuidados diante da quarentena, e foi solidário com os funcionários da medicina.

Fábio de Melo falou tudo que pensa. “Desde ontem, quando soube do que está ocorrendo com as pessoas em Manaus, revivi o instante em que minha mãe quase faleceu nos meus braços. Uma tristeza sem fim tomou conta do meu ser. Recobremos os cuidados. A enfermidade continua entre nós e pode ser cruel com alguns. Minha solidariedade aos profissionais de saúde que estão enfrentando a crueldade de ver alguém falecer, sem poder auxiliar”, disparou.

Nos comentários, o público de Fábio de Melo falou. “Triste! Mas tem culpados, GOVERNO DO ESTADO DE MANAUS tem um REPASSE grande para a SAÚDE, está no portal de transparência, foram bilhões”, comentou um.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar