Menino de 8 anos vende doce na rua para que seu pai não precise trabalhar: " Momento difícil "

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 31/08/2021 Relatar Quero comentar
 
Olá pessoal! 

Siga para saber todas as notícias e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

Amor de família é a coisa mais inexplicável do mundo. Nem um pai consegue dizer para um filho o quanto o ama, nem o filho sabe dizer ao pai, então eles simplesmente demonstram... ... 

A alegria de um pai é ver a felicidade de seu filho estampada no rosto, reluzindo o orgulho de tê-lo como mestre. Aquele que com o abraço consegue me acalmar e me faz sentir seguro, meu pai.

O caso de uma criança de 8 anos de idade, que vende doces na rua, está gerando uma verdadeira comoção nas redes sociais. Pessoas com tão pouca idade mostram ser mais responsáveis e adultas do que muita gente.

O trabalho infantil é um assunto muito sério e divide todos os tipos de opinião. Enquanto uns defender uma idade para trabalhar, outros defendem que as pessoas precisam trabalhar com pouca idade e assim se tornarem pessoas financeiramente independentes e responsáveis.

Tendo que ignorar essas discussões, um menino de 8 anos de idade precisou trabalhar muito cedo e ele justifica o motivo. 

Ángel Martínez tomou a decisão de vender doces na rua para ajudar com os custos do material escolar, sendo assim ele evita que seu pai cadeirante trabalhe excessivamente para ganhar dinheiro.

Alejandra Martínez, mãe de Ángel, compartilhou uma foto nas redes sociais contando que o filho montou uma barraca de doces em frente da casa deles na cidade de Obregón, no México. 

Sendo assim, o menino minimiza o esforço do pai, Victor Manuel, que está na cadeira de rodas depois de sofrer um acidente há alguns anos.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar